O iBiblia é uma ferramenta criada para simplificar o processo de adição de tags de Strong e de morfologia a módulos de Bíblia do theWord.

A adição de Strongs e/ou morfologia a uma tradução funciona da seguinte forma: toma-se dois módulos Bíblia no formato do theWord – (1) um texto já contendo as marcações de Strong e/ou morfologia (provavelmente o original grego ou hebraico), que será o seu texto origem e (2) o texto traduzido do primeiro que ainda não tem marcações de Strong e/ou morfologia, que será o seu texto destino. Uma vez definidos os dois textos – o origem e o destino – inicia-se o processo de associação, onde será preciso indicar que palavra(s) do original corresponde(m) a que palavra(s) da tradução. O iBiblia “aprende” com o seu trabalho e será capaz de sugerir associações com base nas associações que você fez anteriormente. Uma vez feito este trabalho de associação o iBiblia será capaz de “pegar emprestado” as tags do texto origem e incluí-las no texto destino. Também é possível gerar interlineares e concordâncias.

Outro uso legítimo da ferramenta é para a criação de novas traduções. A ideia é semelhante ao processo de adição de Strongs/morfologia: carregar o texto base da tradução no texto origem e produzir a tradução no texto destino, associando-a em seguida. O iBiblia é capaz de sugerir traduções com base nas traduções que você já fez, ajudando-o a produzir uma tradução mais consistente, em que os mesmos termos do original são traduzidos, na medida do possível, pelos mesmos termos no idioma destino.

A janela principal

iBiblia

A janela principal é composta dos seguintes elementos:

  1. Barra de ferramentas: botões com comandos de navegação e edição do projeto;
  2. Árvore de navegação: usada para navegação nos livros, capítulos e versículos;
  3. Textos: são os dois textos a serem associados mais dois textos opcionais, usados para referência;
  4. Comentários: espaço para inserção de comentários sobre o versículo atual;
  5. Situação: sinaliza o andamento da associação do versículo atual.
  6. Visualização do capítulo: painel que mostra o capítulo atual no texto da aba selecionada (a última aba mostra o texto interlinear gerado pelo iBiblia a partir das associações). Aqui é possível ver o versículo atual dentro do contexto. Isso é muito útil para projetos de tradução. Os números de versículo são links que podem ser usados para navegar no capítulo, assim como os números de capítulo do cabeçalho e os links do rodapé.

Criando um novo projeto de associação

 

iBiblia

Vá ao menu Projeto->Novo…, ou clique no botão Novo, ou utilize o atalho Ctrl+N. Será aberta a janela abaixo, onde vários parâmetros deverão ser informados.

Informe um nome para o projeto na caixa Nome. Depois, é preciso escolher quais textos bíblicos serão utilizados no projeto. Dois textos são obrigatórios – o texto no idioma original, que deverá conter as informações de números de Strong e morfologia e o texto no idioma destino, a ser associado ao primeiro. É possível adicionar mais dois textos (opcionais), apenas para referência, e que também podem conter informações de Strong e morfologia.

Somente são aceitos módulos de bíblia desbloqueados do theWord. Mesmo que o módulo possua o Velho Testamento, o programa armazenará apenas o texto do Novo.

Uma vez selecionados os textos desejados, confirme a criação do projeto de associação clicando em OK. Escolha um nome para o arquivo do projeto e confirme. Após alguns segundos, o projeto será carregado na tela principal.

Formatos de módulo suportados

Os textos utilizados na importação devem estar no formato utilizado pelo theWord. São aceitos arquivos “.nt”, “.ot” e “.ont” com codificação UTF-8. Módulos criptografados não são suportados (ntx, ontx, otx). O iBiblia oferece suporte limitado a módulos até a versão 5.0.0 do theWord. Como ele ignora tags desconhecidas, é possível que versões posteriores sejam igualmente suportadas.

Há suporte limitado a verse rules, sendo possível escolher quais regras deverão ser aplicadas no momento da importação do módulo. Em alguns casos pode ser necessário aplicar manualmente as regras de formatação antes da importação. Nestes casos, use um editor de texto que suporta expressões regulares (Notepad++, SublimeText, JEdit, UltraEdit, etc.).

Associando textos

iBiblia

A associação dos textos é feita usando-se o mouse/rato e teclado, selecionando-se as palavras equivalentes em ambos os textos (origem e destino).

Para selecionar uma palavra clique sobre ela com o botão esquerdo do mouse/rato. Para selecionar várias palavras, selecione a primeira e mantenha a tecla Ctrl pressionada ao clicar nas demais. Para remover uma palavra da seleção, ainda com o Ctrl pressionado, clique nela novamente.

Uma vez selecionadas as palavras do primeiro texto, pressione a tecla Shift e selecione a(s) palavra(s) equivalente(s) no outro texto. Para selecionar várias palavras no segundo texto, utilize a mesma tecla de antes – Ctrl. Note que será necessário manter Shift e Ctrl pressionados simultaneamente. Para desfazer associações, ainda com Ctrl e Shift pressionados, clique nas palavras que deseja desassociar.

As palavras ainda sem associação são apresentadas em cor cinza. Depois de associadas, são mostradas em preto. Ao clicar numa palavra que tem associação, todas as demais palavras associadas são destacadas. Palavras adicionadas pelo tradutor (itálicos no theWord) são apresentadas entre colchetes.

Use o botão Salvar ou o atalho Ctrl+S para salvar as alterações. Antes de salvar, é possível reverter todas as associações do versículo atual com o botão Recarregar ou com o atalho F5. Para descartar todas as alterações feitas desde o último salvamento, feche o projeto sem salvá-lo. O botão Limpar limpa todas as associações do versículo.

No campo texto do canto inferior esquerdo da janela podem ser inseridos comentários para o versículo, que aparecerão como notas no theWord. O propósito do grupo de seleção do canto inferior direito é uma indicar o andamento da associação do versículo atual. Os valores atribuídos aqui refletirão na árvore de navegação, com uma cor diferente para cada situação (ver a seção navegação para mais detalhes sobre isto).

Configurando dicionários e fontes

É recomendável configurar ao menos um dicionário de Strong e um de morfologia, para possibilitar a consulta do significado e morfologia das palavras do texto original.

Para fazê-lo, vá ao menu Projeto->Propriedades. Aqui você poderá selecionar dicionários diferentes para cada texto. São aceitos dicionários não-criptografados do theWord. Para utilizar caminhos relativos, edite manualmente as caixas de texto e clique no botão “Atribuir”. Assim é possível utilizar o mesmo projeto em outros computadores sem a necessidade de reconfigurar os dicionários.

No mesmo diálogo, também é possível escolher as fontes para cada texto.

Uma vez configurados os dicionários, será possível ver as definições usando o mouse/rato e o teclado. Por padrão, é preciso segurar a tecla Ctrl e apontar para a palavra com o mouse/rato. Este comportamento pode ser modificado pelo menu Opções, na opção, “Exibir definições com CTRL pressionado”. Para ocultar a janela de definição, afaste o ponteiro de sobre a palavra sem pressionar a tecla Ctrl, pois enquanto ela estiver pressionada a janela permanecerá visível.

Para modificar o tamanho do texto na janela de definição, ative-a com um clique e use a roda do mouse/rato com a tecla Ctrl pressionada. O nível de zoom selecionado e o tamanho da janela serão mantidos mesmo após o programa ser fechado.

Editando textos base

É possível modificar os textos que foram importados na criação do projeto durante a associação. As modificações não afetam os módulos originais do theWord utilizados na importação. Para editar o texto de um versículo, dê um clique duplo em uma área livre do versículo; o texto será apresentado no formato original do theWord. Para detalhes sobre o formato de módulos do theWord, consultar o manual de criação de módulos de Bíblia, disponível no sítio oficial. Uma vez concluída a edição pressione a tecla Esc. Será apresentado um diálogo pedindo confirmação da alteração. Modificar o texto base do versículo usando este método fará com que toda associação do versículo editado seja perdida.

É possível quebrar uma palavra em partes distintas, possibilitando a associação de somente parte dela, ou associar cada parte a uma palavra diferente do outro idioma. Para fazê-lo insira uma barra vertical (caractere “|”) no ponto em que deseja que a palavra seja quebrada.

Navegação

O principal método de navegação é a árvore de navegação, onde todos os livros, capítulos e versículos estão prontamente acessíveis pelo mouse/rato.

A árvore de navegação também oferece uma visão geral do andamento do trabalho, utilizando cores diferentes para sinalizar os vários estágios de associação. Estas informações são extraídas dos valores atribuídos ao campo Situação de cada versículo, portanto há grande vantagem em manter este campo sempre atualizado. As cores utilizadas nos nós da árvore são:

  • Cinza: Sem associação;
  • Amarelo: Associação em andamento;
  • Vermelho: Rever associação;
  • Verde: Associado.

Para navegar de versículo em versículo, pode-se utilizar os botões Anterior/Próximo da barra de ferramentas ou os atalhos PgUp e PgDn.

Sugeridor de associações

O iBiblia pode sugerir associações para as palavras de um versículo com base nas associações feitas anteriormente. Isso acelera o processo de associação, mas o processo não é 100% confiável. É enfaticamente recomendável validar todas as associações sugeridas, principalmente no caso de artigos e pronomes.

Para fazer a associação automática de um versículo, use o botão Sugerir ou o atalho F3. Marque a opção “Sugerir associações automaticamente” do menu Opções para que o iBiblia sugira a associação automaticamente a cada novo versículo.

Exportando módulos para o theWord

Uma vez que dois textos estejam associados, o iBiblia é capaz de gerar vários tipos de módulos do theWord, por meio do menu Projeto->Exportar:

    • Idioma destino com dados gramaticais: módulo com o texto do idioma destino enriquecido com as informações de números de Strong e morfologia emprestadas do idioma origem. É possível configurar o theWord para ocultar estas informações, mostrando-as apenas quando as palavras são apontadas com o mouse/rato (ver manual do theWord).
    • Texto interlinear: módulo do texto do idioma origem, acrescido da tradução de cada vocábulo. Todas as informações de Strong e morfologia são preservadas.
    • Concordância analítica: módulo de concordância, indexado pelos números de Strong, em que é possível ver todas as traduções de uma determinada forma do grego, inclusive para cada flexão/conjugação.

  • Concordância sintética: módulo de concordância, indexado pelos números de Strong, em que é possível ver todas as traduções de um determinado vocábulo do grego. Aqui não há abertura por declinação/conjugação.

Compartilhar e Desfrutar!

0Shares
0